Prompts 2018 #6

julho 05, 2018 0 Comments


Ele olha para os lados e só encontra cinzas. Pedaços de pó, de pessoas, de realidade, tempo e espaço.

Hoje não há risada. Nem um comentário cheio de pose, cuspidas no chão ou guitarras oitentistas. Ele se considerava o senhor das estrelas, mas ao olhar o cheiro de morte ao redor, não é dono nem mesmo de si.

Ele até se importa com as perdas. Com as dores e todo o sofrimento causado por aquele genocida de nome exótico. Mas dentro de si, perder metade do universo não se compara a dor de perdê-la. Ele a quer de volta. Ele quer estalar os dedos e tê-la de volta, em um passe de mágica, na velocidade de um desejo. Por um infortúnio, seu corpo também não se mesclou às cinzas da destruição. Era o mínimo que sua alma agoniada merecia.

“Vamos, Quill...”. Seu amigo repete. “Não tem nada que a gente possa fazer”.

“Tem sim, raposinha...”. É o seu primeiro gesto em horas letárgicas abrindo e fechando o visor, esmagando em seu peito um choro do tamanho do universo. Ele move as mãos como se alisasse o vento, girando os dedos em uma forma sem compreensão. De repente, chamas azuis cobrem seus braços e olhos, que crescem até alcançar a extensão da clareira onde velava seu luto.

“Quill... O que é isso, cara?”.  O amigo se afasta temendo que a emissão queimasse seu pelo. Maior que o pânico, apenas sua dúvida.

“Ego. Eu sou o último herdeiro dele, lembra?”

Ego?! Aquele puto do seu pai?”

“O poder não morreu com ele. Eu o sinto crescendo cada vez mais!”

“Como um câncer...?”, abaixou a cabeça.

“Eu não me chamo Star Lord à toa, baby.”

Ele toma um impulso e expande seu poder, abrindo caminho pela mata densa. Afasta com respeito o corpo de um dos soldados de Wakanda para que seu amigo tome espaço na travessia.

“Eu vou encontrar Thanos. E criar um novo universo em cima do cadáver dele.”

Leandro Leal

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.

0 comentários: